Posts Tagged ‘bikinis’

Biquínis Atacado do Brasil coleção 2016 Enviamos para a Europa www.biquinis.tv

Junho 8, 2015
www.biquinis.tv

http://www.biquinis.tv enviamos para a Europa

Biquinis atacado e varejo da coleçãod e 2.011 agora vendidos a R$ 9,90 (as duas peças)

Setembro 6, 2011

GUARUJÁ NUNCA MAIS SERÁ A MESMA DEPOIS DO VERÃO DE 2010.

Fevereiro 8, 2010

GUARUJÁ NUNCA MAIS SERÁ A MESMA DEPOIS DO VERÃO DE 2010.

Guarujá nunca mais será a mesma depois do verão 2010.

Os biquinis Helô Pinheiro, Garota de Ipanema,Líquido e Biquini Brasil serão comercializados em duas lojas no Guarujá a preços de atacado.

Loja 1 Rua Mário Ribeiro 369 loja 25, Guarujá Center Shopping- Telefone )13)3386-2744 e loja 2 na Rua Petrópolis 31 loja 6 sobre-loja Telefone (13_9713-2020.

Na loja virtual em www.biquinisatacado.com

Clique aqui e veja uma apresentação

http://www.picnik.com/show/id/6337565057_CG6x5/t/exibio-do-picnik

Para  mais informações e compras atacado e  varejo  o e-mail é biquinisguaruja@hotmail.com

Telefone (13) 9713-2020 Nextel 24*52727

Com dois endereços no Guarujá, o primeiro no Guarujá Center Shopping        Mário Ribeiro 369 loja 25, telefone (13)3386-2744 e o outro na Rua Petrópolis 31 loja 6 sobre-loja, Biquinis Guarujá promete a maior coleção de biquinis muti-marcas deste verão de 2010.

A loja da Rua Petrópolis sofisticadíssima tem decoração anos dpurados. Os preços sempre os mesmos…tudo muito abaixo dos praticados pelo comércio das cidades do interior e de São Paulo. Vale a pena esperar para comprar seus biquinis no Guarujá ou ir na loja virtual http://www.biquinisatacado.com que nem sempre consegue ter todos os modelos das lojas e esgotam rapidamente.

http://www.biquinisatacado.com

Todos os biquínis ofertados na nossa Loja Virtual são de marcas  conhecidas e vendidas no mercado.

Todos atendem ao Código do Consumidor no que diz respeito às etiquetas de composição das fibras, CNPJ do fabricante e origem do produto.

Muitas das marcas menos conhecidas,  são de confecções famosas que tem uma segunda marca para comercializar seus produtos pela internet a preços muito vantajosos em relação ao comércio das lojas físicas.

Todos os biquínis comercializados na nossa Loja Virtual são de Lycra de primeira, Lycra Light , qualidade Rosset, Santa Constância e similares e podem ser comprados ou trocados nas nossas lojas físicas no Guarujá. Também poderemos trocar peças desde que o cliente pague as taxas de Correio da troca.

Se você precisar de mais informações, ou se você tiver dificuldade para comprar na Loja Virtual podemos atendê-lo pelo e-mail biquinisguaruja@hotmail.com ou pelo telefone (13)3386-2744.

Janeiro 26, 2010

Osmoze:

Clique aqui para ampliar!
Vocês lembram daquelas meninas norte americanas que viviam com os cabelos presos como rabo de cavalos, que mascavam muito chicletes e se entupiam de milk shake? Pois bem, a apresentação da Osmoze foi assim. Ana Hickman liderou as meninas de saias rodadas, com aplicações de tules e de micro telas coloridas. Blusas em decotes tomara que caia e frente única eram postas em harmonia com estampa de bolinhas, tanto em tecidos como em lavagens nas peças jeans.

Levando o tema da coleção “Universo Blue”, a marca confirma que seu carro chefe é o uso e a transformação do índigo, criando peças com uma modelagem a mais tradicional para as mulheres, com a cintura mais elevada, e dando ao universo masculino calças mais justas e curtas. Inspirada na rebeldia e romantismo dos anos 50 e 60, a empresa, que produz aproximadamente 600 mil peças por ano, fez uma apresentação com detalhes em costuras, como pespontos coloridos nos jeans, o uso de tricots e o mix de cores, como o pink, amarelo, limão e azul cítrico.

Os looks masculinos eram compostos por camisas de mangas curtas, em tecido leve e plano, de recorte quadrado, coordenado com calças jeans escuras com uma lavagem de poá (desenhos de bolinhas) bem interessante. Outra peça que pode ser incorporada a qualquer guarda roupa masculino neste verão, segundo a Osmoze, são os shorts jeans bem curtos, com camisas jeans de textura mais leve, ou mesmo com camisetas.

As palas e as barras estavam com o acabamento feitos em punhos coloridos, criando uma imagem mais recatada, principalmente na altura das cinturas, que a maioria das brasileiras não usam. Bolsos utilitários e recortes geométricos foram enaltecidos com fitas e faixas coloridas na maioria das peças desfiladas, fechando o clima da apresentação retrô da Osmoze.

Lua Crescente:

Clique aqui para ampliar!
A Lua Crescente veio para a terceira edição do Paraná Fashion como uma idéia de que as roqueiras dos anos 80 estão de volta as praias do verão 2004. Com um look todo preto, com uma blusa frente única feita em vazados e recortes, com aplicações de rebites, mini saia preta, polainas e scarpim preto, Giane Albertone abriu o desfile da grife.

Com recortes retos e geométricos a grife desenvolveu uma modelagem que mostra algumas partes do corpo feminino, sustentados com alças e detalhes em corrente prata. As saias foram apresentadas em diferentes comprimentos e com acabamentos assimétricos.

A roqueira de 2004 da uma passada pelo oriente e une ao seu look preto blusas japonesas curtas com calças justas e curtas, aplicadas com metal. Os corpetes também estão neste verão da Lua Crescente, fazendo parcerias com mini saia rosa, com um fecho de fios e metal. A união de cores apareceu em produções que sustentavam calças e saias rosas, ornamentadas com uma camada de franjas pretas, proporcionando mais volume e movimento às peças. A Lua Crescente trouxe como pontos fortes em sua apresentação as calças justas e curtas, com aplicação de metal em cintos, fivelas e passantes, o uso da transparência e os desenhos vazados na silhueta feminina.

Convicto:

Clique aqui para ampliar!
A Convicto fez uma apresentação simples, como produção coerente e que ganhou o publico presente. Tendo uma produção jeanswear e alfaiataria destinada ao publico masculino a grife fez um desfile inspirado no Rock, Pop e Techo, ou melhor, falando, em suas bandas e cantores. A Convicto trouxe estampada em suas camisetas nomes de bandas nacionais e internacionais, coordenada com uma coleção extraordinária de calças jeans.

Produzindo 720 mil peças por ano, a Convicto fez uma apresentação com pontos fortes nos bolsos utilitários, recortes diferenciados e com lavagens para todos os gostos. Os detalhes nas calças jeans, como faixas e fechamentos duplos na cintura, o uso de passantes em metal e recortes cruzando os joelhos e a panturrilha, mostram a gama de criatividade desenvolvida pela empresa. Bolsos facas, o uso de cintos pesados e muitos correntaria como acessórios, foram produzidos em calças que receberam diversos tons e cores em suas lavagens, saindo do azul bruto, unindo-se a tons de cinzas e chegando a mescla com branco e amarelos. Já na alfaiataria a Convicto apostou em looks claros com combinações simples e leves para o verão, como a dupla infalível do branco com os tons pasteis de bege e as variações do marrom.

La Voga Zeen:

Clique aqui para ampliar!
A La Voga Zeen trouxe para a passarela do Paraná Fashion uma coleção toda em preto e rosa. Blusas e saias receberam a cor em acabamentos e detalhes, servindo de pano de fundo para estampas em prata de números. Modelagem curta e muito corpo a mostra fazem do verão da La Voga em um clima de sensualidade, chegando próxima ao sadomasoquismo. Paetês e meias ¾ arrastão foram armas usadas pela grife, junto a decotes em “V” e saias assimétricas. Blusas justas e decotadas foram produzidas em new crepe e Supplex de poliamida.

Hotten Toten :

Clique aqui para ampliar!
A Hotten Toten fez sua apresentação com um ar de descontração e muita cor. Dos tons de néon até os básicos preto e branco a grife mostrou peças soltas e confortáveis para o verão brasileiro. Camisetas recortadas e customizadas fazem parte do look central do desfile, assessoradas por fitas e detalhes coloridos.O tema da coleção foi a “Alegria de viver” aonde a energia dos jovens vem transportada em roupas com uma modelagem ampla, com muito conforto, e poucas novidades.O mix de cores mostrou a despreocupação em uma moda com mini saias coloridas, com bolsos amplos e cintos listrados. Tops e shorts curtíssimos fizeram casal com peças em estampas de listras para quem gosta de um look praia bem divertido.Quanto ao lado masculino da grife, os jeans assumem papel principal com lavagens diversificadas a Hotten ganha pontos com a criação de calças com bolsos utilitários não tão grandes e exagerados e com o uso da lavagem do indigo blue com o branco.

Rouvaplas:

Clique aqui para ampliar!
A Rouvaplas inspira-se no pára-quedismo e traz para a passarela do Paraná Fashion a atriz Karina Bacchi. Composta exclusivamente por peças jeans a grife mostrou sua criações com muitos recortes, o uso de peças conjuntas, com ligações em comum. Bolsos e faixas criam o aspecto aventureiro deste verão 2004 e faz do uso de ajuste e detalhes listrados como acabamento em suas peças. Os looks apresentados pela grife mostram uma coleção com detalhes e pequenas referências que só quem goste de aventura irá descobrir. Curtas, com o corpo à mostra, as criações da Rouvaplas garantem uma gama de movimentos e muito vento na cabeça.

Retrato Falado:

Clique aqui para ampliar!
Fechando a primeira noite de desfiles do Paraná Fashion a Retrato falado traz uma coleção baseado em punks, Rock e motocross, com a presença da modelo Daniela Sarayba. Roupas com rasgos e gastas pelo tempo, forma as principais vedetes da grife nesta passarela. A mulher vem sexy, com busto marcado por tecidos elásticos, resgatando a Era Disco dos anos 80.Decotes e corseletes foram apresentados com o uso de transparências em harmonia com micro saias jeans todos na cor branca. A grande jogada da Retrato foi a combinação do branco com detalhes em prata. Seja nas estampas, em fivelas, franjas ou em peças de bijuteria o encontro destas duas cores reinou absoluto neste desfile.A empresa que produz cerca de 1.2 milhões de peças por anos não esqueceu dos bolsos amplos e das calças justas, oferecendo para a mulher 2004, um verão “clean”, com detalhes fortes e muita sensualidade no ar…

Roesler:

Clique aqui para ampliar!
Fogo, terra, água e ar formam os quatro elementos usados pela Roelser para lançar sua coleção no Paraná Fashion. O denin foi usado como principal matéria prima da apresentação, em lavagens básicas, alem de aplicações em tons de dourados em silks com formatos de rajadas felinas. As cores cítricas foram utilizadas em blusas com decotes bem servidos e receberam aplicações de flores recortadas e sobrepostas. Faixas coloridas usando a técnica do tye die foram sobrepostas em macacões e peças jeans. Na cintura, grossos cordões viraram cintos com franjas soltas seguindo o movimento criado por blusas soltas e esvoaçantes. A combinação entre o branco e mesclas de azuis fechou a apresentação da grife, enaltecendo ainda mais o uso do jeans como matéria prima.

Recco Lingerie:

Clique aqui para ampliar!
Abrindo sua apresentação com a historia de Adão e Eva, a Recco trouxe uma bela linha de lingeires com estampas de uvas e muita sensualidade. Fabricando cerca de 720 mil peças de lingerie para a noite, o romantismo esteve presente em peças que utilizaram muitos bordados e silks, alem de tecidos com micro-capsulas de hidratante. Camisolas longas ou curtas, com o busto bem acentuado, ou em modelos abertos usando o vermelho, fizeram parte do chamariz de sedução usado pela grife, que ainda apostou em modelos azul com detalhes em bordados estrategicamente expostos e o looks do sexy preto.

Br & Cia:

Clique aqui para ampliar!
Produzindo peças apenas para a exportação, a Br & Cia, fez sua coleção inspirada nos esportes nacionais. A natação, futebol e principalmente as academias de ginastica e musculação forma fontes de inspirara para o consorcio exportador nesta apresentação. Modelos em corte reto, com abertura feita por zíperes largos, blusas sem mangas e regatas forma os looks mais constantes nesta apresentação no Paraná. Tops tomaram que caiam e blusas com capuzes, fazendo referência as roupas de mergulho, estiveram presentes na coleção, que usou uma grande quantidade de ocres em suas peças, e alguns looks com recortes em tons contratantes.

Applausos:

Clique aqui para ampliar!
Adotando uma guerreira como símbolo de sua coleção a Applausos trouxe para a passarela do evento uma coleção rica em detalhes, para uma mulher que pode apostar em roupas para o dia a dia, com forca e vontade de decisão. Recortes, bolsos e cortes enviezados forma unidos a acabamentos artesanais e com o uso de metais e tye die.Marrom e dourado foram utilizados em looks que uniam longas saias e camisas com recortes e detalhes em tons diferenciados. Faixas e ajuste estiveram presentes em toda a coleção que produziu blusas com fechamento em envelope e tecidos rústicos, coordenados com cetins e tecidos leves.Estampas em cores fortes, como o marrom e o laranja, foram utilizadas em peças como blusas de mangas soltas e assimétricas, lincadas a vestidos longos e bolsas de tecido dourado.

Feito Por Mamãe:

Clique aqui para ampliar!
Meninas rebeldes sem causa, música eletrônica, as tribos do rap, pop e do rock passaram pela passarela na marca infanto-juvenil, Feito Por Mamãe. Estampas de instrumentos musicais, sobreposição de tecidos e muita cor trouxeram a grife em um desfile descontraído e com a participação da atriz global Stefanny Britto.Roupas com ar fitness, com a utilização de capuzes, com possibilidades de movimento e conforto, fizeram a cena da apresentação. Peças em malha com detalhes de elásticos coloridos fazem o resgate dos anos 80, alem de “trench” jeans curtos criando ao de “stars”.Saias jeans, em modelos de envelope, foram também uma das opções apresentadas pela grife para as meninas neste próximo verão.

Lado Avesso:

Clique aqui para ampliar!
“Atletic Cluber” foi o tema utilizado pela marca para mostrar sua coleção, além da presença dos modelos Ellen Ganzarolli e Gustavo Mendonça.

Mulher de Pano:

Clique aqui para ampliar!
A proposta utilizada pela grife foi a de mostrar como a mulher atual pode usar roupas diferentes, com modelagens e formas alternadas, criando um look leve e harmônico. Syang, cantora, participou desta apresentação que contou com muitas cores quentes, como o amarelo, laranja e vermelho.As calças e pantalonas com cinturas médias foram ajustadas por faixas e fitas de cetim, já as calças cigarretes e as saias foram confeccionadas com transpasses. O jeans foi produzido com faixas e retalhos coloridos.

Recco Praia:

Clique aqui para ampliar!
A única grife a desfilar roupas de banho trouxe para a passarela do Paraná Fashion o resgate das raízes, com um trabalho artesanal de contas feitas de coco, tropicalismo e ruralismo. Sungas com elásticos sobrepostos e um mix de cores alegres foram os itens primordiais desta apresentação. Sutiãs com bojo evidenciados, aplicações de madrepérola e sobreposições mostram o look da marca para a estação quente de 2004. Cangas com franjas e vazados foram amarradas nas cinturas e grandes decotes impostos nos maios femininos. As sungas masculinas lisas forma produzidas com camisas estampadas em tecidos leves, em contrapartida o uso de listras marcou as peças masculinas mais evidentes.

Sexxes:

Clique aqui para ampliar!
Usando o numero sete como fonte para sua coleção a Sexxes trouxe peças em cores metalizadas e de comprimentos bem reduzidos. Drapeados e peças içadas por fios foram as grandes vedetes desta apresentação, que uniu bastante sensualidade e uma mulher com poder de decisão.Usando o mix do prata com cores fortes como o verde limão, laranja e o preto a Sexxes fez um desfile jovem com pernas de fora, bustos recortados.

Caio Von Vogt:

Clique aqui para ampliar!
Caio apresenta uma coleção streewear baseado em um único tecido, a juta, com ênfase na valorização do campo. Usando o Sato Graal como referência, o criador fez uma apresentação conceitual, com vestidos longos e grandes propostas de textura e modelagem. Modelagem foi um dos problemas da apresentação, que mostrou a todos que o mix de tecidos pode ser uma ótima solução.Estampas de frutas e elementos religiosos foram aplicadas à juta, compondo um look de cabelos arrepiados e muita arte cênica.

LiLian Veiga:

Clique aqui para ampliar!
A mulher refletida na imagem da guerreira Joana D’Arc. A sedução aprece em tecidos e malhas leves que se aproximam do corpo, a era urbana e posta em passarela através de tecidos leves como o cetim e malharia. O uso de sobreposições fez-se constante fundindo cores como os verdes, rosas, ocres e vermelhos. Fazendo resgate medieval, as saias e os decotes foram incrementados com crucifixos de madeira, rebites e olhoses.

Guanita Rodrigues:

Clique aqui para ampliar!
O Universo infantil, misturado a estética dos cartoons e seriados da TV dos anos 60 e 70 são as principais inspirações para a coleção streewear, intitulada de “Galáxia”. A modelagem infantil e complementada com brilhos e detalhes espaciais e tecnológicos. O contraste do rosa e do cinza e as aplicações de serigrafia prateadas revelam uma mulher espacial infantil e sedutora.

Fabrício Fortunato:

Clique aqui para ampliar!
“O que ser quando crescer?” Esta foi a questão discutida na apresentação de Fabricio, tentando desmentir aquela velha historia que homem não chora, ou ate mesmo a usar roupa diferentes, ou do guarda roupa feminino. Cores escuras misturadas a tons cítricos, formas largas com referencias mais justas através de ribanas e camisetas tomara que caia, resumem as idéias do criador.

Larissa Polsaque e Marcos Ronquim:

Clique aqui para ampliar!
Peter Pan e a “Terra do Nunca” são as principais inspirações da dupla que resultaram em uma coleção com espirito infantil, alegre e fantasiosa. As formas acabamentos e cores atende ao publico que goste uma moda irreverente e diferenciada. Os acabamentos envelhecidos, os ganchos baixos, o shape amplo e as bocas secas criam uma atmosfera infantil, fácil e gostosa de usar.

Marcia Cristiane:

Clique aqui para ampliar!
Os clássicos filmes de cowboys e índios foram as principais fontes de pesquisa da estilista, cuja coleção feminina destaca a composição do indigo com os tecidos artesanais de seda. Os detalhes ficam por conta das amarrações com couro, em peças mais próximas ao corpo, marcando a silhueta feminina. A estilista usou em suas produções as cores amarelo, vermelho e azul turquesa.

Zuleide Candido:

Clique aqui para ampliar!
Zuleide inspirou-se no contraste entre o homem a cidade, chamado de “Anticonverssao Urbana”. O jeans como referencial de trabalho agrícola, e a sarja aparecem com aplicações de bordados, metais e vinil.A liberdade e as transformações ocorridas pelas tribos urbanas servem como pano de fundo para o uso de texturas diferentes, com a mistura de formas que vão desde o justo até o oversize. Roupas reversíveis e intercambiáveis denotam o perfil urbano da coleção que usou tons naturais, mixados com o azul, verde, ocre e rosa.

Fabiana Pescara:

Clique aqui para ampliar!
Trabalhando tendo como tema a vida e obra de Frida Khalo, a estilista fez um mini desfile com três looks, tentando sintonizar uma parte da história da artista e fazer um resgate original desta mulher.Usou detalhes cênicos em sua apresentação, como borboletas de papel, cadeiras de roda e telas de pintura. Com roupas simples, a estilista fez um mix de cores sóbrias e modelos próximos ao corpo.


%d bloggers like this: